LogoCoaching

O LogoCoaching consiste em preparar e treinar as pessoas para encontrarem o sentido de suas existências. É importante perceber que podemos mudar de sentido e propósito, de uma atitude nefasta para uma força da decisão positiva.

 

O médico psiquiatra Dr. Frankl afirmava que para se encarar a vida de maneira resiliente é preciso ter consciência lúcida e ter um sentido ascendidíssimo em quaisquer circunstâncias, bem como a capacidade de encontrar esse sentido dentro de nós. Assim, podemos erguer-nos das dificuldades, das enfermidades, do vício, da tristeza, do vazio e dos golpes do destino, se pudermos extrair da nossa dimensão noética: A Eficiência dos Valores da Atitude Significativa; Atenção Plena e Sintonia/Conexão com os objetivos, as pessoas queridas e Modelos Mentais de excelência; Sentido de Humor; Aceitação e Tolerância; Sentido Existencial; Propósitos; Vontade de Mudança de Foco e de Enfase ou seja, reinventar-se periodicamente; Flexibilidade Cognitiva; Satisfação profissional; Capacidade de Compromissar; Interpretar a sua própria Liberdade com Responsabilidade; Alternativas/Oportunidades; Resiliência e Engagement (vigor, esforço, dedicação e energia); Responsividade; Reflexividade; Assertividade; Aprendizagem com a Experiência; Intuição/Auto Transcendência; Auto Consciência; Auto Motivação; Auto Distanciamento Consciente e Intenção de Permanente Auto Vigilância ou seja, Auto Controle para a nossa existência.

 

O objetivo do LogoCoaching é proporcionar aos indivíduos um passo em frente, quer o seu sofrimento provenha de desajustamentos nas suas relações humanas, problemas com o trabalho, doença, quer pela morte de um ente querido, quer por dificuldades auto impostas ou da dependência de álcool e drogas. Não é o homem que dá sentido à sua vida, mas sim a vida que, a todo o momento, nos cobra o seu sentido de beleza mais profundo.

 

O LogoCoaching, através de seus métodos, actividades para Descobrir o seu Propósito de Vida, dinâmicas e assunções para a descoberta da herança positiva e fixar objectivos para mudar, compreender que a vida recompensa a acção, construindo a sua Roda do Bem-estar e uma Tabela de Planeamento da Vida, Declaração do Propósito e Sentido da vida, condu-lo(a) a respostas profícuas de ordem existencial, mais fluidas e agradáveis.

 

Na Soluções Plus, afirmamos que todos os indivíduos são excepcionais, no entanto, na trajetória da vida surgem situações que se tornam singulares e solicitam um sentido (significado) para completar, disponibilidade e oportunidade para agir. Isto pode ser conseguido através da construção de sentido e do propósito com que pensamos, falamos e sentimos, como também através das atitudes corajosas que assumimos diante dos acontecimentos, mesmo os caóticos.

 

O LogoCoaching afirma que o sentido da vida existe, de forma incondicional e o que nós devemos fazer é redescobri-lo. Da mesma maneira, devemos volver a nossa vida em todas as direções até encontrar o sentido maior. Este sentido não nos pode ser dado pela sociedade ou pelos nossos pais. Ninguém pode prescrevê-lo como se fosse uma panaceia universal.

 

O que nos dá sentido à vida? Serão os nossos entes queridos, a fé, a vocação, ou os feitos? Ou será a nossa expressão criativa ou a nossa viagem de autodescoberta? A fonte, seja ela qual for, é sempre muito pessoal. Os grandes acontecimentos da vida conferem-lhe sentido, independentemente de serem positivos, como o nascimento de um(a) filho(a), ou negativos, no caso de um trauma. Diz-se que a vida adquire sentido quando a sua importância se eleva acima do momentâneo ou do trivial, ou quando tem um propósito ou uma coerência que transcendam o caos. Em qualquer caso, as pessoas para quem a vida tem sentido gozam de um bem-estar superior ao das outras. A falta de sentido de vida é um sintoma psicopatológico.

 

As experiências positivas proporcionam-nos a noção de que tudo é tal e qual como deve ser. Até os prazeres mais simples nos podem dar sentido à vida, como, por exemplo, passar uma tarde de preguiça ao sol, ao lado de quem amamos. Da mesma maneira, algumas das experiências mais traumáticas podem dar sentido à vida, se nos esforçarmos para entender o que ocorreu.

 

Na sua obra Um Psicólogo no Campo de Concentração, o psiquiatra Austríaco Viktor Frankl fala do tempo que passou preso num campo de concentração nazi. No meio do sofrimento e da privação, Frankl descreve um incidente em que trabalhava nas condições mais duras, enregelado, e, subitamente, foi invadido por uma visão da mulher e de uma sensação de pura beatitude. Para ele, tratou-se da revelação de que o amor é o que dá mais sentido à vida. Era possível viver o sentido da vida, sem se ter mais nada no mundo. Frankl diz que há várias formas de encontrar sentido:

  • Criando uma obra ou realizando um feito;
  • Vivendo algo ou encontrando alguém;
  • Pela atitude que se assume face ao sofrimento inevitável.
     

Uma das melhores maneiras de imbuirmos a nossa existência de sentido é adquirindo um propósito de vida, ou seja, descobrir quem somos e para o que fomos talhados. Desse modo, encontraremos não só dois dos três principais trajetos para a felicidade – sentido e envolvimento – como sentido de orientação, inspiração, motivação, um alvo onde centrar a nossa energia e fixar os nossos objectivos. 

 

Ter um propósito proporciona-nos bases sólidas na vida que nos permitem sermos mais resistentes ao stresse e à pressão. Sente que tem um propósito na vida? Se não sente, saiba que não é o único. Muitas são as pessoas que não sentem ter lá grande propósito na vida, que se perguntam constantemente o que é que deveriam estar a fazer nas suas vidas e que hesitam entre muitos caminhos, por não fazerem ideia de qual devem seguir. Outras duvidam de que possam vir a ter algum propósito na vida. A grande questão é a de saber como encontrar o sentido da nossa vida. As investigações sugerem três vias:

  • Ser proactivo, envidando esforços ao longo do tempo para nos esclarecer quanto ao propósito da nossa vida.
  • Através de um acontecimento de vida transformador, como uma doença ou a maternidade/paternidade.
  • Observar os outros (modelos mentais, emocionais e relacionais) e baseando o nosso propósito naquilo que apreendemos com eles.


O sentido da vida é algo pelo qual temos de trabalhar ou aparece completamente formado ou, ainda, advém da observação das vocações dos outros. A tarefa de identificar algo tão significativo como o sentido da nossa vida pode ser bastante intimidante. Não se esqueça de manter uma mentalidade de crescimento.

 

Na Soluções Plus, pode encontrar e reescrever as respostas significativas à sua situação, mas compete-lhe descobrir o que lhe é significativo, sendo o papel do LogoCoaching contribuir para essa descoberta.

 

SOLUÇÕES PLUS - Build Your Health